Alunos da João Afonso participam numa atividade comemorativa do Dia Internacional da Língua Materna na UA


  

   
   Quatro turmas do 2º ciclo da Escola João Afonso de Aveiro (5ºJ, 6ºD, 6ªF e 6ºI) participaram numa atividade realizada na Universidade de Aveiro, no passado dia 19 de fevereiro, no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Língua Materna. Esta data celebra-se a 21 de fevereiro, tendo sido estabelecida pela UNESCO em 1999.

   De início, a professora Susana Pinto, da Universidade de Aveiro, uma das responsáveis pela organização desta sessão, teve uma animada conversa com os 110 alunos sobre a importância da defesa das línguas maternas. Chamou também a atenção para a necessidade de conhecermos a cultura de outras línguas. 
  

   A segunda parte da sessão foi ocupada com a apresentação de vários trabalhos realizados por alunos do 5ºJ: uma apresentação sobre “Danças do Mundo”, a execução de uma dança da Ucrânia, e a dança tradicional portuguesa “O Regadinho”.











   
   

   Na terceira e última parte, decorreu uma interação, via Skype, dos alunos com falantes da China (mandarim), Colômbia (espanhol), Moçambique (sena, da Beira), Timor-Leste (tétum) e ainda Miranda do Douro (mirandês). Cada um destes falantes respondeu a perguntas que os alunos tinham preparado e foi traduzido por alunos da Universidade, que ajudaram a criar um diálogo intercultural muito interessante.

   Foi uma iniciativa muito enriquecedora quer para os organizadores e intervenientes da Universidade quer para os alunos da Escola João Afonso de Aveiro, que participaram com muito interesse nesta divertida atividade.


Texto: Raquel Madail, 6ºD, Clube de Jornalismo
Fotos: Lara Pereira, 6ºI, e Clube de Jornalismo





Dia Mundial da Luta Contra o Cancro


   Na semana de 4 a 12 de fevereiro, a Escola João Afonso comemorou o Dia Mundial da luta contra o Cancro, com atividades realizadas com as turmas do 6º A, 6ºB, 6ºC, 6ºE e 6ºI.

   A atividade foi desenvolvida em articulação com o Programa Educação para a Saúde, a Biblioteca Escolar e Educação para a Cidadania (DAC) e contou com a colaboração da Dr.ª Adriana Teixeira, que promoveu uma ação de formação/ Educação para a Saúde - Prevenção do Cancro para professores na Biblioteca da Escola João Afonso de Aveiro. 

Texto: BE da Escola João Afonso de Aveiro
Fotos: Prof.ª Fernanda Abrantes



Concurso Intermunicipal de Leitura (fase Municipal)



Realizou-se no dia 5 de fevereiro, na Biblioteca Municipal de Aveiro, o Concurso de Leitura (fase Municipal).

Em meu nome, reitero os votos de felicitação a todos os participantes na 2ª fase do CIL, assim como a todos os professores e famílias envolvidas, agradecendo o empenho demonstrado.

A Final Intermunicipal, realiza-se no dia 29 de abril (quarta-feira) em Oliveira do Bairro e no agrupamento ficou apurada a aluna:

1º ciclo – 1º lugar- Leonor Rocha Neto (EB Barrocas)

Livro selecionado para a Final Intermunicipal:
1º ciclo - "A menina que queria salvar os livros" de Klaus Hagerup
                                                      
                                                                                  Prof.ª Conceição Silva (Coordenadora das Bibliotecas)



                     

                                      

Secundária Homem Cristo recebe parceiros polacos e italianos do projeto Erasmus + "How to build a cultural bridge with students’ passions?"





O nosso Agrupamento recebeu os parceiros do projeto Erasmus +, "How to build a cultural bridge with students' passions?", na semana de 3 a 7 de fevereiro de 2020.

Vinte alunos do 10º e 11º anos da Escola Secundária Homem Cristo receberam 20 colegas italianos e polacos que vieram acompanhados por seis professores.

Durante a semana, fizeram vários workshops em diversas áreas de interesse e passearam pela nossa região, criando as pontes de ligação necessárias ao sucesso deste projeto.

Texto e fotos: Prof.ª Maria José Dias, Escola Secundária Homem Cristo

Equipa de basquetebol da Escola João Afonso participa na competição Júnior NBA





   Uma equipa de basquetebol da Escola João Afonso de Aveiro participou, em Ílhavo, num torneio, Júnior NBA, no dia 29 de janeiro.

   No pavilhão da Escola Celestino Gomes Ferreira, em Ílhavo, decorreu um torneio de basquetebol no âmbito da competição Júnior NBA, de equipas mistas infantis B, com vista a participar num torneio cujo vencedor receberá um jogador da NBA (National Basketball Association) na escola.  

   A equipa New York Knicks, da Escola João Afonso, é formada pelos alunos Rita Cantão (5º H), Adriana Bandeira, Luís Gaspar e Santiago Greno (todos do 5º K), Miguel Pereira (6º C), Gonçalo Ventura e Maria Gonçalves (ambos do 6ºD), Luísa Cruz (6ºE), Afonso Pires (6ºG) e Inês Oliveira e Nuno Pereira (ambos do 6º J). Na equipa da arbitragem, contamos com a Clara Ventura e com o Guilherme Reis.

   A exemplo do que acontece na verdadeira NBA (National Basketball Association), nesta competição, há duas Conferências: a Este e a Oeste. Na Conferência Oeste, há três divisões: a divisão Sudoeste, a divisão do Pacífico e a divisão Noroeste. Na Conferência Este, também há três divisões: a divisão Central, a divisão Sudeste e a divisão Atlântica, onde a nossa escola se encontra.

   Nesta divisão, haverá três concentrações: a primeira, já realizada em Ílhavo; a segunda vai decorrer na Escola João Afonso, no dia 13 de fevereiro; a terceira vai realizar-se na escola de Vagos, em data a definir. Se a nossa equipa ficar bem classificada nestas concentrações, irá jogar com as outras divisões da mesma Conferência. No final, irá decorrer um torneio entre as melhores escolas das duas Conferências.



Texto: Raquel Madail, 6ºD, e Luísa Cruz, 6ºE, Clube de jornalismo
Foto: Professor António Jorge Tavares

4 de fevereiro: Dia Mundial Da Luta Contra o Cancro



    O Dia Mundial Da Luta Contra o Cancro comemora-se a 4 de fevereiro.

   Com este dia pretende-se elucidar as pessoas acerca desta doença e divulgar os meios para a combater.

   Esta celebração baseia-se na carta de Paris, aprovada a 4 de fevereiro do ano 2000, na conferência Mundial Contra o cancro para o novo milénio. A carta apela à ligação entre investigadores, profissionais, doentes, governos, médicos e parceiros da indústria, no âmbito da prevenção e do tratamento desta doença.

Um pouco mais sobre esta doença…
   O cancro é uma doença que envolve o crescimento celular anormal, e que se pode espalhar pelo corpo, não permanecendo apenas no local de origem. São conhecidos mais de 100 cancros, e os que mais atingem o ser humano são o cancro da mama e o cancro nos testículos.

Como prevenir?
Eis algumas das formas de prevenir esta doença:
·        não fumar;
·        ter uma alimentação saudável;
·        praticar exercício físico;
·        não ter excesso de peso;
·        não ingerir álcool;
·        não pensar na morte;
·        fazer exames médicos com regularidade.


Trabalho realizado por Sofia Fernandes, 6ºI, Clube de Jornalismo.

Fontes do texto:
tranquilidade.pt
pt.m.wikipedia.org                               
saudecuf.pt
calendarr.com

Fonte da imagem:
Acesportoocidental.org


18 de janeiro: Um dia para rir




         
       Sabiam que existe um dia para celebrar o riso?
        
       O Dia Internacional do riso celebra-se com alegria a 18 de janeiro.
            
      Esta data lembra o valor de rir. O riso é uma reação que traz bem-estar às pessoas; por isso, nesta ocasião ria o mais que puder, sozinho, na companhia de amigos, de familiares ou até a ler um livro ou a ver televisão.

     Devemos rir todos os dias, pelo menos, dez minutos e a partir dessa prática diária conseguimos tornar o nosso cérebro mais ativo, melhoramos o sistema cardiovascular e a qualidade do sono; fazemos massagem interna, reduzimos o stress, queimamos calorias, fortalecemos os músculos abdominais e o sistema imunológico; combatemos, também, o surgimento de rugas, melhoramos a circulação sanguínea, a respiração e a digestão, estimulamos a criatividade e a criação de laços com outras pessoas.

Portanto, o riso, que poderá parecer uma reação insignificante, traz muitos benefícios, quer físicos quer mentais e emocionais.

            E lembre-se: Rir é o melhor remédio (e é de graça).


Fonte da imagem: https://bit.ly/2NGr1Za
Fonte do texto: https://bit.ly/37dCbMx
Trabalho feito por: Alice Furtado, 6ºJ e Rodrigo Gonçalves, 6ºJ, Clube de Jornalismo.

17 de janeiro de 2020: 75º aniversário da libertação do campo de concentração e extermínio de Auschwitz


Conheça Anne Frank

      Anne Frank foi uma rapariga alemã, de origem judaica, vítima do Holocausto. Viveu grande parte da sua vida em Amsterdão.


     Em 1933, o regime nazi aumentou as manifestações contra minorias, especialmente os judeus, o que fez com que Anne e a sua família (como muitas outras) receassem o seu futuro e tivessem de sair da Alemanha, fixando-se em Amesterdão (Holanda). Viveram normalmente durante aproximadamente 6 anos, até que, em 1940, os nazis invadiram a Holanda e impediram que os judeus frequentassem certos locais e perseguiram-nos.


    Quando o cerco começou a aumentar, a família decidiu esconder-se num sótão e a ela reuniram-se mais quatro pessoas. Aí, Anne escreveu um diário sobre a sua vida escondida e os seus sentimentos. 
   Quase no fim daquela guerra, a família foi denunciada e transportada para campos de concentração e de extermínio. Anne e a irmã morreram de tifo. Anne era ainda muito jovem (tinha 15 anos) e o pai Otto foi o único sobrevivente, aguentando até ao fim da guerra. Ao ver o diário que a filha escreveu, percebeu como a escrita era importante para ela e resolveu publicá-lo, ficando famoso. Hoje o livro Diário de Anne Frank pertence ao Plano Nacional de Leitura, sendo recomendado para o 8º ano.                                    
Texto: Catarina Gomes, 5ºF - Clube de Jornalismo    
Fonte das imagens: https://bit.ly/2U21GwA; https://bit.ly/2O3Qyf1
             
                         

17 de janeiro de 2020: 75º aniversário da libertação do campo de concentração e extermínio de Auschwitz




Hoje, dia 27 de janeiro de 2020, assinala-se o 75º aniversário da libertação do campo de extermínio de Auschwitz-Birkenau, na Polónia.


      Exatamente por isso, este dia passou a ser comemorado como o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, organizado e executado pelo regime nazi. 


O que foi o regime Nazi?

O regime nazi foi criado, na Alemanha, no final da década de 1910 e início da década de 1920, sendo encabeçado por Adolf Hitler.

A esta corrente política chama-se nazismo, a partir do nome do Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães (Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei). Adolf Hitler construiu um estado totalitário, na Alemanha, na década de 1930, sendo esse facto o principal motivo do surgimento da segunda guerra mundial.

Os nazis construíram campos de concentração e de extermínio, onde milhares e milhares de pessoas morreram à fome, a fazer trabalhos forçados e nas câmaras de gás. Houve uma perseguição a todos os que fossem diferentes (judeus, homossexuais, ciganos, deficientes físicos e mentais, etc.).



Trabalho realizado por: Sofia Fernandes, 6ºI, Clube de Jornalismo
Fontes:

Dia do Patrono da Escola João Afonso: maratona de 12 horas anima comunidade educativa


No dia 17 de janeiro de 2020, a comemoração do Dia do Patrono da Escola Básica João Afonso de Aveiro decorreu com grande animação.

   Ao longo de 12 horas, realizaram-se diversas atividades (workshops), animações, conferências e cerimónias dinamizadas por professores, assistentes, alunos, pais e várias entidades externas (Universidade de Aveiro, Associação de Pais, Escola Segura da PSP, Cáritas Diocesana, Centro de Saúde, Farmácia Aveirense, CiclAveiro, alunos dos cursos profissionais de “Técnico de Informação e Animação Turística” e de “Profissional de Saúde” da Escola Secundária Homem Cristo, entre outras).

Durante a manhã, realizaram-se 34 atividades para todos os alunos da escola. Todas as turmas participaram em 3 atividades, com a duração de 60 minutos. Entre cada workshop, realizaram-se diversas atividades no polivalente, nos átrios de cada bloco e na sala 35 (venda de crepes). Durante o segundo intervalo, a Equipa do Projeto Eco-escolas realizou a cerimónia do hastear da Bandeira Verde. Ao início da tarde, realizou-se uma ação formativa para alunos Delegados e Subdelegados de Turma e para a Associação de Estudantes.


















                                                                                  

Às 18h30, no polivalente, completamente cheio, decorreu uma palestra para Encarregados de Educação sobre o tema “Comunicar em Segurança na Internet”, com Agentes da Escola Segura, o professor André Zúquete, da Universidade de Aveiro, e o Dr. Fábio, do Centro de Saúde de Aveiro.

Por último, teve lugar a cerimónia de entrega de Diplomas do Quadro de Mérito e Excelência e do Quadro de Valor, relativos ao ano letivo de 2018/2019.

   




       


       


       


    



DISCONNECT - 10 de janeiro, às 14h


A visita dos reis magos




   A 6 de janeiro, comemora-se o Dia de Reis. Esta celebração está relacionada com a tradição natalícia. Na Bíblia (Novo Testamento) Mateus conta que alguns magos vieram do oriente para saudar o nascimento de Jesus. O evangelista não diz quem são nem o número, mas a tradição refere que eram três, talvez devido ao número de presentes referidos por Mateus.

   Na verdade, cada mago presenteou o Menino com uma oferenda diferente, tendo Belchior oferecido ouro, que representa a sua nobreza; Gaspar, incenso, que simboliza a divindade de Jesus e Baltasar, mirra, que representa o sofrimento que Cristo enfrentaria na Terra.
   
   Os três reis são chamados “Magos”, não porque fossem especialistas em magia, mas porque tinham grande conhecimento da astrologia. Entres os persas, “Mago” referia-se àqueles a quem os judeus chamavam “escribas”, os gregos chamavam “filósofos” e os latinos “sábios”.
   Esta festividade é a que normalmente encerra a quadra natalícia no nosso país. Em alguns países, este é o ponto alto das festas do Natal. 
           
Texto: Alice Furtado e Rodrigo Gonçalves, 6ºJ, Clube de Jornalismo
Fonte do texto e da imagem: https://bit.ly/2QPclHQ


           
.


...


Querer não é ter.
Para ter, temos de fazer
O que é devido
Para ser resolvido.

Fazer sempre podemos,
Pois para termos
Sempre tentamos,
Porque sempre acreditamos.

Quando temos,
Nunca largamos,
Porque tudo fizemos
Pelo que decidimos.

Daniel Campanhã Tavares
12.º B